28 de abr de 2007









Singela homenagem

de uma amiga-azul-luz:



Ânkoras e Asas



Pintura: Ana Luísa Kaminski

Escrito por Leila Andrade 9:54 AM

 
16 de abr de 2007


Estou indo embora.
O passado que deixo me faz em pedaços,
quando a dor permanece,
serpenteando sombras,
insistente em seu grito seco.

Escrito por Leila Andrade 9:45 PM

 
3 de abr de 2007



A tarde é forte nestas linhas
frias . Desatenta,
corro os olhos, tento fugas
porque conheço teu sorriso
tua voz
- um pedaço da dor
confundida na minha.

Escrito por Leila Andrade 1:55 PM

 
<BODY>