16 de abr de 2007


Estou indo embora.
O passado que deixo me faz em pedaços,
quando a dor permanece,
serpenteando sombras,
insistente em seu grito seco.

Escrito por Leila Andrade 9:45 PM

 
<BODY>