29 de mar de 2007

Foto: Leila Lopes


Uma parada e a tarde cai,
atenção ao sol indo embora.
Agradável o som, o cheiro do vento.
Sensação de vida que desce no canto do olho, como numa ladeira em paz.
Nada simétrico, nunca previsível, a vontade de eternizar o tempo,
segurar
tua mão e caminhar, acreditando sempre em lugares mágicos.


Escrito por Leila Andrade 11:21 AM

 
<BODY>