11 de dez de 2006



“esse súbito não ter
esse estúpido querer
que me leva a duvidar
quando eu devia crer”
(Paulo Leminski)


Pode chover aqui ao lado. Mísera dor.
Pode clarear o dia. Camuflado amor.

Pause:


E a vida lenta. Breve. Lenta.

Divido espaço. Deito nuvens.
Memorizo tempo. Sorrio misturas.

Pedra adormecida ao luar.

Play:

Acredito para desacreditar melhor.
Sinto alguma chance:
escondida, deturpada, dividida.

Stop:


Limpo a mente. Início de tudo.

Escrito por Leila Andrade 3:11 PM

 
<BODY>